5 HÁBITOS PARA UM BOM RELACIONAMENTO EM FAMÍLIA

tumblr_nhk5qbx7jt1tju516o1_500

Olá galera! Diferente dos anos anteriores, esse ano eu não coloquei nenhuma listinha de resoluções para 2017, simplesmente por que 2017 pra mim vai ser um ano de menos promessas e mais atitudes, pretendo ir lá e fazer e acabou. Entretanto, como um ser humano em constante aprendizado, esse também vai ser pra mim e pra minha família um ano onde vamos valorizar mais os nossos relacionamentos.

Eu acredito que não existe relacionamento perfeito, mas também acredito que alguns hábitos podem tornar tudo mais fácil e agradável. Eu sempre quis ter uma família onde o meu lugar favorito no mundo fosse a minha própria casa, junto das pessoas que eu amo e graças a Deus eu tenho conseguido esse trunfo.

Aqui vai alguns dos hábitos que eu e o Bruno adotamos para nossas vidas e que nos tem feito muito felizes. ATENÇÃO! Não estou dizendo que é a formula pra felicidade ou que somo melhores ou qualquer coisa negativa que possa passar pela sua cabecinha, apenas quero compartilhar coisas boas, afinal se não formos nós a jogar good vibes pro universo quem vai ser né não?!

1. Tomem Café da manhã juntos.

Pra mim um dos melhores momentos do dia é o café da manhã, aquela sensação de “mais um dia”, o frescor da manhã, o café quentinho, tudo isso somado a uma boa conversa matinal sobre os planos e expectativas para aquele dia, muitas vezes o único momento que a família tem pra se reunir.

2. Separe um momento do dia para se divertirem juntos.

Eu sei que as vezes o dia é longo e cansativo, mas imagina que depois de você ter passado horas longe de casa tudo o que o seu filho mais deseja no dia é poder dividir a noite com você. Não importa a atividade, seja brincadeiras leves, filminhos divertidos, ou até mesmo um chameguinho. Quando você separa uma hora específica do dia pra dar atenção pras crianças ajuda também a combater a ansiedade delas, afinal ela sabe que vai ter uma hora no seu super corrido dia que você vai parar e dar atenção única e exclusivamente para ela.

3. respeite o humor dos outros

Seja de Adultos ou crianças é muito importante cultivar o hábito de respeitar o humor das pessoas que vivem com você. Por mais alto astral que uma pessoa possa ser, nem todos os dias serão flores, e é aí que entra a cumplicidade, a cumplicidade pra fazer com que aquele dia não se torne ainda pior. Uma boa conversa, um agrado pode ajudar a pessoa se sentir melhor e de repente encontrar uma solução pro problema dela.

4. Conversem sobre os planos pessoais

Como casal é mais do que natural que exista inúmeros planos em conjunto, afinal é pra isso que vocês ESTÃO juntos, pra caminharem na mesma direção. Mas, não podemos deixar de lado a individualidade e autonomia que cada um tem sobre a própria vida. Conversar sobre planos pessoais, metas profissionais, sonhos de infância e principalmente se envolver em todos eles é essencial para a boa manutenção de qualquer relacionamento, todo mundo gosta quando a pessoa amada se interessa por aquilo que te faz feliz.

5. Perdoe sem condições.

Saber perdoar é uma das virtudes mais bonitas e mais raras nos dias atuais, o mundo anda cheio de ódio e rancor e tem se tornado cada vez mais fácil abandonar velhos relacionamentos à cultiva-los. Entretanto saber perdoar sem condições, sem esperar que a pessoa te retorne com algo ou sem se aproveitar da situação para usa-la como vantagem, é definitivamente um dos hábitos mais importantes pra quem realmente quer ter um bom relacionamento em família. Ninguém disse que é fácil, mas reduz os desentendimentos cotidianos em quinhentos porcentos.

Quais hábitos que vocês possuem na rotina familiar de vocês que ajuda na manutenção da relação? Deixa aqui em baixo, vamos adorar conhecer vocês um pouco mais. Beijos e até a próxima :*

LER PARA UMA CRIANÇA PODE MUDAR O MUNDO!

30309ea2e7b4d37d0e567119aed0146a.jpg

Quando eu era criança minha mãe trabalhava muito, e toda vez que ela saia pra trabalhar ela me deixava  encarregada de ler um livro e quando ela voltava liamos juntas e eu tinha que explicar pra ela o que eu tinha entendido do livro.

A princípio parecia uma atividade simples e até “chata” pra se fazer com uma criança, mas com certeza esse gesto mudou o meu mundo. Foi nessa fase tão crucial no desenvolvimento da imaginação infantil que eu desenvolvi meu amor por livros, pela escrita e por histórias mirabolantes.  Menina criada dentro de casa, com poucos amigos, os livros me davam a possibilidade de entrar em outros mundos, conhecer outras vidas e me encantar com universos que eu só descobri que eram de “faz de conta” anos depois.

Lá em casa já introduzimos alguns clássicos da literatura infantil na rotina da Luna, óbvio que ela ainda não compreende as histórias como elas são, mas definitivamente ela se envolve com os contos. Muitas das vezes ela mesma pede pra lermos pra ela e sinceramente sinto vontade de segurar várias lágrimas quando isso acontece.

A vida é assim, você planeja (ou não) uma maternidade cheia de grandes influências e uma gama de atividades que ajudarão seu filho a se desenvolver, mas ai a rotina e as obrigações da vida chegam e BUM! Lá está você presa na rotina do trabalho, faculdade… e não consegue ser aquela GRANDE mãe que gostaria de ser. A cobrança é inevitável, você se cobra, a sociedade te cobra e seus próprios filhos te cobram, e você se ver sem saída. Seu coração te pede pra largar tudo e entrar no casulo que você chama de lar, mas infelizmente a realidade te mostra que definitivamente não é uma alternativa.

423192118e17df72573481aaed45d83f

Por isso eu fico muito feliz com essas empresas como o Itaú que se preocupam e geram projetos como o Leia para uma criança, e possibilita que mamães e papais possam ter alguns minutos ou horas de puro relaxamento e diversão através de uma atividade tão gostosa quanto a leitura.

O Itaú acredita que para mudar o mundo as crianças precisam imaginar um mundo melhor, e através das histórias contadas nos livros elas o farão. Pensando nisso eles disponibilizaram um cadastro no site deles para clientes e não clientes, onde você solicita livros para ler pras crianças que estão ao seu redor. É totalmente gratuito e chega na sua casa em até 25 dias úteis, basta acessar esse link e se cadastrar.

img_1891

Já fizemos o nosso pedido, estamos ansiosos pra saber quais obras irão chegar, e quando chegar vamos mostrar tudinho aqui. Não percam essa oportunidade, se você não tem uma criança por perto, indique a um amigo ou amiga que tenha, vamos espalhar esse ato de amor pelas nossas crianças. Beijos e até a próxima. :***

AS 12 IMAGENS DE BEBÊS MAIS ENGRAÇADAS DO MUNDO!

Além de engraçados e fofos, os bebês aprontam muitas travessuras, registradas pelos papais do mundo inteiro

Os bebês são criaturas tão fofas que despertam sentimentos de amor e carinho em todo mundo, não só nos papais e mamães. Quando realizam experiências novas, então, como ao comer a primeira papinha ou dar os primeiros passos, momentos cheios de graça são esperados por toda a família, que ri, se diverte e fica com as câmeras preparadas para registrar a vida do bebê.

Atualmente, graças ao avanço da tecnologia, os papais conseguem registrar muito mais momentos do cotidiano do pequeno e com muito mais qualidade nas fotos e nos vídeos. Eles também conseguem compartilhar tudo nas redes nas redes sociais, alegrando pessoas no mundo todo, pois as travessuras costumam viralizar rapidamente! Muitas imagens de bebês viraram febre na internet, principalmente quando eles riem, dormem, comem e interagem com animais de estimação.

Com a o dom natural de cativar o público e de amolecer o coração até dos mais durões, os bebês mais engraçados da internet estão reunidos na lista abaixo, preparada pela Alô Bebê. Tire um tempo do seu dia para rir desses pequenos que são uma fofura:

funny-1

Depois de comer, esse pequeno decidiu tirar uma soneca, mas nem esperou os pais o tirarem do cadeirão e dormir ali mesmo em seu cadeirão. O sono estava tão bom que ele até dormiu de boca aberta.

funny-2

A amizade entre pets e pequenos é encantadora de se ver! Até dormindo os dois são cúmplices e não se largam, ficando sempre juntos. Uma fofura!

funny-3

Não é mesmo? Essa bebê cheia de dobrinhas está aí para provar essa unanimidade.

funny-4

Só de olhar a foto já podemos imaginar a gargalhada gostosa que o pequeno está dando, mesmo sem dentes. Os acessórios no pescoço só o deixam ainda mais charmoso.

funny-5

Ser criança é ter a inocência no olhar e aproveitar cada segundo. Na imagem, a pequena encontra uma amiga do seu tamanho e decide dançar com ela, uma estátua!

funny-6

Mais uma prova de que animais e crianças rendem as melhores imagens! Para demonstrar todo o carinho pelo porquinho, nada melhor que beijar seu focinho.

funny-7

Nada mais justo do que relaxar depois de um dia exausto. O banho de banheira desse bebê cheio de dobrinhas com certeza irá renovar as energias para o próximo dia de muita travessura.

funny-8

A alegria dessa bebê com seu pet canino é contagiante. Mesmo pequenina ela não se intimida com o tamanho do cachorro nem com sua aparência duvidosa.

funny-9

Bonecos e bebês também rendem boas risadas. Na imagem o pequeno leva um susto de um boneco cabeludo que se parece muito com ele!

funny-10

Os pais também são os responsáveis pelas fofuras dos bebês. Esses aqui vestiram o filho como um polvo, e o deixaram bem feliz.

funny-11

É comum que os pais queiram investir no ensaio babyborn desse bebê, mas esses pais se superaram com uma ideia bem criativa e inusitada, sem perder o charme desse pequeno.

luna-e-a-mangueira

E pra fechar com chave de ouro essa lista mais do que fofa, uma fotinha da Luna tomando banho de mangueira na garagem do #apdos3 ❤ Não é muuuuito foto dos anos 90? hehehehe Espero que tenham gostado. bjs e até a próxima :***

FAMÍLIA, TRABALHO, FACULDADE E VIDA SOCIAL

78c3c13817eb664653829ea7d5da2b2c

Já tem alguns dias que eu não escrevo aqui, alguns projetos ficaram em standby devido a inúmeras coisas que vem acontecendo na minha vida. Eu já fiz um post desse onde eu contei como era a minha rotina de trabalho, a do Bruno e como administrava-mos com a maternidade e paternidade (clique aqui). Mas de lá pra cá quase tudo mudou, e eu vou atualizar a correria que ta nossa vida pra vocês.

Existiu um tempo onde eu tinha várias certezas na minha vida, carreira, família, formação… Mas depois da maternidade vários questionamentos vieram a tona, um deles foi sobre eu ter escolhido arquitetura. Não tinha certeza se eu tinha escolhido ou se simplesmente tinham escolhido por mim. Eu AMO arquitetura e tudo que envolve esse universo, isso é um fato. Mas não sabia se era a vida de arquiteto que eu queria pra mim, o mercado vinha me desiludindo dia a dia e eu já não aguentava mais o mesmo cenário monopolizado e elitizado que a minha cidade oferece.

tumblr_mtkz11NDhC1s9cf2oo1_400

Foi aí que eu resolvi mudar tudo, mudei de curso, mudei de cabelo, mudei de emprego e como sempre tive o total e completo apoio do Bruno ❤ Mas como já disse o filósofo contemporâneo Tio Ben ” grandes poderes trazem grandes responsabilidades “e o poder que eu tinha de escolher o rumo da minha vida me trouxe a grande responsabilidade de me transformar em uma mulher de múltiplas tarefas. Hoje eu vivo basicamente 3 turnos, me desdobro entre o meu novo trabalho, a faculdade de publicidade e a minha família.

tumblr_m98kartElt1qjd1y3o1_500

Confesso que, como geminiana clichê que sou, é uma grande emoção essa vida corrida, mas já sinto na pele a dor de não ter mais tanto tempo assim pra minha família. É uma balança onde se eu não souber equilibrar muito bem eu sempre vou perder. No mais, estou muito ansiosa pra retomar os outros projetos que tiveram que parar enquanto eu participava da seleção. O Curtindo sempre vai ser meu lazer, minha válvula de escape! E logo logo voltarei com a Websérie e outros projetos MUITO LEGAIS que eu não posso falar agora. hihihihi

A vida do lado daqui está assim, e por ai? Prometo voltar a postar com mais frequência, espero que tenham gostado, beijos e até a próxima :*

UM DIA DAS MÃES DE MUITA PREOCUPAÇÃO E SAUDADE

Olá galera! Primeiro, FELIZ DIA DAS MÃES a todas as mamães que acompanham o blog, isso tudo aqui é por nós, pelo nosso emponderamento, pela nossa sororidade e pela felicidade que é viver essa experiência tão rica que é ter uma parte da gente vivendo fora do nosso corpo.

13139173_507116172807162_7963846803726847560_n

Hoje tinha tudo pra ser um grande dia, mas muitas coisas vem acontecendo do lado daqui que fizeram ele ser um pouco menos do que deveria ser. A primeira delas é a saúde da Luninha, essa semana ela teve uma onda de febre alta durante alguns dias, chegamos a correr ao pronto socorro algumas vezes e acabamos saindo de lá sem saber o que era. Infelizmente não podemos confiar no nosso sistema de saúde e demoraram pra encontrar qual problema que a afligia.

IMG_8741

Febre alta, falta de apetite e perca de peso da perereca tem me tirado o sono a semana inteira, mas graças a Deus já descobrimos a causa e estamos tratando, pena que a recuperação não é instantânea e ainda estamos sentindo na pele a dor de ver uma criança tão ativa e feliz  tendo que enfrentar essa situação. Hoje, mesmo com os medicamentos, ela estava tão pra baixo que tive pouco brilho prum dia que deveria ser só alegrias.

A segunda é a saudade da minha mãe, que mora em outro estado, essa saudade que em dias como esse vira um grande monstro esmagador de sentimentos. Sinto falta de conversar por horas sem ter nada de realmente importante pra dizer, sinto saudades do cheiro dela que me era tão reconfortante e da voz doce que me guiava sempre que eu precisava.
ps. Essas fotos são bem antigas, mas gosto delas.

IMG_0901

Nunca achei que morar longe dela seria tão difícil pra mim, logo eu que sempre quis uma vida na estrada, uma vida sem raízes. Ela fez de mim, em grande parte, a mulher que sou hoje e a ela devo todos os méritos do cuidado que transmito a minha filha, foi com ela que aprendi a ser a mãe que sou.

IMG_4374

Pra minha sorte tenho por perto minha sogra que, sem querer ser clichê, é como se fosse uma mãe pra mim. Na real hoje sonho com a possibilidade de poder morar todo mundo junto, não quero mais ter que abrir mão da presença de ninguém!

BEM QUE MINHA MÃE ME DISSE

IMG_8387

Dentre os vários conselhos que a minha mãe já me deu, e por motivos de pouca idade eu decidi ignorar, eis aqui o mais certo de todos: Você só saberá o quanto eu lhe amo quando você se tornar mãe.

Vocês jamais me ouvirão dizendo que uma mulher só se torna completa quando se tornar mãe, simplesmente porque acho isso bulshit! Cada um faz as escolhas que lhe levarão à felicidade e mulheres não devem ser limitadas a seres que só servem pra procriação. ENTRETANTO confesso que me surpreendi com o amor que surgiu em mim depois que me tornei mãe.

Eu achava que já tinha vivido o amor, que ele era intenso como a minha personalidade exige que seja, mas me precipitei! E hoje eu sei exatamente o que a minha mãe quis dizer quando ela falava sobre amor, sobre não importar o quão irresponsáveis, bagunceiros e respondões nós eramos, ela sempre nos veria como as pessoas mais lindas do mundo.

E sabe, eu nem estou falando das horas amorzinhos que eu tenho com a Luna, falo das horas tensas mesmo. É quando ela se joga no chão frustrada, quando ela joga suco pela casa inteira, ou quando eu termino de arrumar a cômoda e ela puxa tudo pro chão, são nessas horas que eu vejo como o amor materno modifica uma pessoa. Eu nunca tive contato nenhum com criança e eu era até bem impaciente, mas foi eu me tornar mãe e saber que tudo isso faz parte de um processo maior.

É quando ela adoece e eu não consigo mais pensar em nada que não seja na sua recuperação e como eu queria estar no lugar dela. Por isso eu digo que hoje compreendo minha mãe muito melhor que ontem, e cada dia que passa me sinto mais próxima dela, mais presente, apesar da distância sinto que estamos cada vez mais unidas. Queria saber se vocês sentem a mesma coisa, se vocês passaram a entender ou até repetir o que a mãe de vocês faziam depois que se tornaram mães. Deixem aqui nos comentários; Beijos e até a próxima :**

BELA, EMPONDERADA E EMPREENDEDORA!

tumblr_o5xwxiaLn91smq0vqo1_500.jpg

AI AI, queria nem falar olha! Mas quando eu acordei, com o solzinho da manhã enchendo o meu quarto, meu amor do meu lado, eu achei que o dia seria maravilhoso ATÉ eu ter o desprazer de me deparar com a presepada da VEJA com essa matéria. Não é nem uma novidade que eu sou pró feminismo, emponderamento e empreendedorismo são pautas que vira e mexe invadem esse site. Minha posição em relação ao feminismo é muito simples, sou a favor de que a mulher seja completamente dona de seu corpo e suas decisões, que ela saiba usar desse poder pra buscar aquilo que mais importa nesse mundo, sua felicidade! Isso também inclui as mulheres que por opção própria escolhem ser recatadas e do lar.

Mas vejam bem, será que estamos retrocedendo? Onde que esses anos todos de batalha foram parar quando um veículo desse tamanho lança uma matéria tendenciosa que insinua que para “conseguir um partidão” você precisa ser esse tipo de mulher? Primeiro que nossas vidas não devem ser só isso certo? Certo! Não viemos a esse mundo pra ser limitadas a encontrar um bom partido. Segundo, o que afinal de contas é ser recatada? Submissa? Só fala quando lhe é solicitado? Só sai se for com o marido? Sério, não sei o que dizer disso. Agora a palavra que mais me incomoda nesse título é do lar. O que é ser do lar? Afazeres domésticos? Dedicação à família? Dizer que uma pessoa é do lar é o mesmo que dizer que é de família. TODAS SOMOS! Inclusive o Bruno é um rapaz do lar também, e que todos os homens sejam do lar também.

Depois de desabafar eu venho com uma proposta bem melhor: Belas, Emponderadas e Empreendedoras? Emponderadas o suficiente pra saber do nosso real papel na sociedade. Pra saber que não vivemos em um mundo para mulheres, mas podemos mudar isso nos transformando em mulheres mais aceitas, mais unidas e principalmente mais ativas! Se algo nos incomoda já nos acostumamos a simplesmente dizer ” o mundo é assim “, mas e se não precisar ser? Que tal a gente parar de julgar a coleguinha que decidiu abrir mão da faculdade e trabalho pra se dedicar aos filhos? Ela tem esse direito e ela é feliz desse jeito! Assim como a que escolheu fazer o caminho inverso, ela não ama mais ou menos os filhos por ter escolhido seguir com a vida profissional e algumas realizações pessoais.

Depois que a gente aprende a se amar, a se aceitar e entende a força que temos, somos capazes de enxergar um novo mundo de possibilidades. O empreendedorismo é o caminho que MUITAS mulheres encontram pra atingir seus sonhos , eu sou uma delas! Já trabalhei em algumas empresas, já trabalhei como freelancer mas é quando eu estou em um projeto empreendedor que eu me sinto VIVA! Imagina um mundo onde mais mulheres empreendessem? Um mundo onde mais mulheres governassem, onde nossas necessidades pudessem ser postas em pauta? É um sonho que não precisa ser utópico, basta a gente passar a frente essas pequenas questões e jamais deixar que ninguém nos coloque dentro de uma caixinha, um padrão, um modelo de perfeição! Podemos ser sim belas, recatadas e do lar. E ao mesmo tempo, belas, extrovertidas e do bar. Mas a cima de tudo donas de nós mesmas!