MÉTODO MONTESSORI PODE SALVAR SUA RELAÇÃO COM O BEBÊ

QuartoMontessori

Toda a euforia que os primeiros meses da vida de um bebê traz já passou, agora ele está entre os 12 e os 24 meses, já sabe engatinhar com agilidade, se levantar e até dar alguns passos se apoiando nos móveis. Na casa os brinquedos tomam conta de todos os cômodos, a sala que antes recebia amigos e era o lugar onde você enchia o balde de pipoca e curtia um filminho, agora é dominado por tapete de e.v.a e Discovery Kids.

O quarto do bebê é um sonho, aquele berço colonial ou o descolado 3 com enfeites e bordados personalizados. A poltrona de amamentação, que muitas vezes lhe serviu de cama nos intervalos das mamadas noturnas, hoje abriga as almofadas e bichos de pelúcia que o bebe veio ganhando ao longo dos vários mesversários. O problema é que tudo que tem nele e que um dia já foi muito útil, hoje apenas ocupa espaço.

montessori14

A Dr. Maria Montessori propôs fazer diferente, nessa fase em que a criança já consegue engatinhar com habilidade e procura explorar o mundo ao seu redor, o ideal é que o quarto dela seja planejado para ela e não para um adulto. Ou seja, a criança terá total liberdade de circular pelo espaço e interagir com tudo que estiver ao seu redor, sem precisar da ajuda de um adulto pra pegar um livrinho ou um brinquedo e até mesmo para sair da cama, que nesse caso é colado no chão.

Se você parar pra pensar a criança já vive assim, porém em um ambiente impróprio para ela, que criança que nunca puxou os livros da estante da sala, ficou brincando de abrir e fechar o aparelho de som até quebrar, foi pra cozinha e retirou todas as panelas do armário? Isso acontece porque são móveis e objetos que geralmente estão na mesma altura que a criança, então ela se sente livre pra poder explorar as novas formas, as novas sensações… O problema é que ninguém quer ver seus livros jogados, seus cds espalhados e nem correr o risco do bebê se cortar com o caco de alguma coisa.

Daí passamos o dia inteiro sendo vigias, nos estressando com a quantidade de não que precisamos falar, tendo que arrumar as mesmas coisas incontáveis vezes, criando regras pra situações que nem deveriam existir, procurando formas de construir barreiras entre o bebê e os objetos da casa. Sem contar na nossa relação mãe e filho, que começa a se desgastar, chega a noite você está tão exausta que uma simples birra te deixa com os nervos à flor da pele. Enfim, acho que em algum ponto todas as mães acabam se identificando com tudo isso.

montessori2 (1)

Por isso eu acredito que o método Montessori pode sim salvar a sua rotina desses exaustivos não do dia a dia. Se você se preocupar em criar um ambiente adequado para a facha etária do seu filho, onde ele possa se desenvolver e explorar com liberdade você consegue ter os outros cômodos da sua casa de volta e ainda oferece um lugar inteiramente seguro e especial para o seu bebe. É claro que eu não estou falando que o bebê vai ficar confinado no próprio quarto, mas o lugar vai se tornar tão interessante que vai ser o lugar favorito dele da casa.

Deixe aqui nos comentários se já passaram por essas situações e se adaptariam o quarto do bebê para esse método. Beijos e até a próxima :*

Anúncios

Inspirações: Carrinho de bebidas

2fa91e5f254cac70d12e5c35fdfc7650

Oi gente! A vida anda quaaase voltando ao normal, com Luna ainda na UTI mas faltando apenas recuperar peso a mente ja começa a trabalhar em outras coisas. Ainda esse mês to me mudando de vez pro meu AP, onde eu e Bruno vamos começar de fato curtir a vida a três. Como pretendo que na minha casa não exista o velho ditado “casa de ferreiro, espeto de pau” quero que cada canto do nosso apartamento tenha a nossa cara. Já postei aqui algumas dicas de decoração de quarto de criança, agora chegou a hora da sala.

Ainda não está tudo certo, estamos na fase de acumular referências pra então por a mão na massa! Mas já quero compartilhar com vocês algumas das minhas inspirações pra essa nova fase da vida que vai começar, e como estamos a todo vapor vocês irão ver bastante sobre essa categoria de decoração por aqui. Espero que gostem!

Como eu tenho um namorado que bebe pouco (#sqn hehehe) e pretendo fazer alguns bons drinks pra compartilhar com os amigos, com certeza vamos investir em um minibar na nossa sala. Realidade Manaus = Apartamento pequeno, e uma boa saída que encontrei foram os fofos e lindos e classudos e charmosos e descolados carrinhos de bebidas, que podem se encaixar em qualquer tipo de decoração e life style. Da só uma olhada:

carrinho-de-bebidas-01

carrinho-de-bebidas-02

O que eu mais gosto nessa ideia é que eles podem mesmo se encaixar em qualquer tipo de decoração, são tão versáteis que podem facilmente fazer parte do mais elegante ao mais alternativo estilo de vida. No Pinterest existe inúmeras referências e estilos pra você se inspirar, confesso que amo amo amo esses douradinhos mais opacos e fininhos, mas todos eles são incrivelmente bonitos e charmosos.

Eu particularmente nunca vi um desses a venda por aqui, será que existe? Mas como eu ja bati o pé que quero, não tem mais jeito, talvez role o DIY por aqui, o que acham? Deixem nos comentários o que vocês acharam desse tipo de post e se querem ver mais. Beijos e até a próxima.

Decorando o Quarto do Bebe: Check List

IMG_3474

Ja sabemos que é muito difícil pras gravidinhas conseguirem se organizar na hora de decorar o quarto do bebe, por N motivos que só nós mesmas conseguimos entender, afinal a correria é diária e certas coisas escapam da nossa memória. Vimos no post “Decorando o Quarto do Bebe: Por onde começar? as primeiras coisas que devemos levar em consideração antes de iniciar qualquer reforma, agora vamos por a mão na massa!

Eu criei com todo o carinho do mundo uma Check List com alguns itens importantes pra confecção do quarto, pra baixar é só clicar aqui e baixar o pdf que ja está todo configurado pro formato A4. É só um modelo, você pode adicionar outros itens se achar necessário. Agora deixa eu explicar como funciona.

Referências.

Nas referências você vai começar fazendo algumas pesquisas, podem ser na internet, em revistas, na televisão ou em qualquer lugar que você encontre inspiração. Da uma olhada no meu pinterest, criei um painel de referencias para quarto de bebe.

É importante colocar na lista coisas como “estilo de parede, pinterest”, “iluminação, revista decora baby” assim você não esquece onde viu coisas que lhe interessaram.

Tente ser básica, afinal não vai caber tudo na lista, pra isso crie pastas com as fotos ou recortes que você acumulou, lembre que tudo isso é apenas referência, não é nada legal copiar fielmente o gostoso mesmo é o toque pessoal da mamãe e do papai.

Orçamento.

Você ja fez toda a sua pesquisa e foi nas nuvens com tudo que encontrou e pegou pra ser sua referência, agora é hora de por os pés no chão e saber quanto você de fato pode gastar. Analise seus gastos e priorize o que tiver prioridade, não meta os pés pelas mãos pra ter o quarto dos sonhos, você não precisa fazer disso uma corrida de cavalo, se não dá pra fazer tudo agora não tem problema, vá comprando o que falta aos poucos.

É legal você ter uma noção de quanto as coisas valem na vida real, e é com esses dados que você vai preencher o item orçamento. Quanto custa o revestimento de parede? Pintura ou Papel de parede? Quanto custa os móveis? Quanto eu estou disposta a pagar pela decoração? Desse jeito você pode ter uma noção de quanto vai precisar e quanto você pode gastar.

A dica mais preciosa que eu tenho pra dar é: se você tem uma boa grana invista em móveis que irão durar mais e que podem acompanhar o crescimento do seu filho, como berço que vira cama, guarda roupa com boas divisórias, esses móveis geralmente são bem caros mas em compensação não vai precisar troca-los tão cedo. Mas se a grana tiver mais apertada, pense mais na segurança do que em modelo e estilo, seu bebe vai crescer rápido e logo logo vai perder aquele berço lindo que custou muito caro só porque tinha um detalhe mais moderno ( e nada funcional ), assim o prejuízo não vai ser tão grande e rapidinho você vai ter mais grana pra mudar os móveis de acordo com o crescimento dele.

Cores e/ou Tema.

Depois de ja ter visto inúmeras referências, e ja ter uma noção do que quer, é a hora de decidir algumas coisas. Eleja duas cores principais (no minimo), tente mesclar tons brandos com tons marcantes assim o ambiente fica leve, não necessariamente elas precisam ir direto na parede você pode colocar uma cor mais suave nas paredes e ir pontuando com cores mais vivas nos objetos de decoração, desse jeito não corre o risco de dar dor de cabeça no bebe caso você escolha o vermelho como cor marcante por exemplo. O mesmo vale para o tema, em alguns lugares chaves como no conjunto do berço ou no kit higiene, não precisa ser nada exagerado, mas tenha certeza do que vai usar pra não correr o risco de ficar o samba do criolo doido. Se você escolheu ursinhos como tema, nada a ver você por corujas no meio.

IMG_3476

Móveis básicos.

Aqui a lista é simples, quais móveis precisam ter no quarto do bebe para que tudo funcione direitinho? Vamos lá;

  • Berço;
  • Armário Pequeno;
  • Cômoda/Trocador;
  • Poltrona de amamentação;
  • Cama pra babá (opcional);
  • Mesinha lateral pra ajudar na amamentação;
  • Ar condicionado;
  • Abajour…

Procure nas lojas que você confia, lembre-se do seu orçamento e preencha a lista com o nome, o modelo, e a loja onde você pretende comprar.

Objetos de decoração.

Um dos itens mais legais, aqui você vai escolher apenas o que vai enfeitar o quarto. Inspirada nas referências temos um mundo de opções pra deixar o lugar mais aconchegante. Pode apostar em itens como: almofada decorada, prendedor de cortina de acordo com o tema, adesivo de parede, móbile, baby door, brinquedos, quadros… Se você tem uma grana boa da pra encontrar a maioria desses itens em lojas de brinquedo e decoração. Mas se o orçamento for mais enxuto pode se arriscar a por a mão na massa também, existem inúmeros DIY no youtube mega fáceis que você pode tentar sem medo de ser feliz, além de se divertir não vai pesar tanto no bolso.

Outros.

Em outros fica a seu critério, você pode tentar resolver coisas como iluminação, ou serviços de mão de obra. Pode colocar observações como ” pedir orçamento de baby door ” e por ai vai. Sugiro que imprima duas folhas, na primeira você e o papai podem ir preenchendo com tudo que vier na mente, sem medo de serem felizes ou grandes preocupações, na segunda preencha com as idéias filtradas. Quanto mais cedo você começar a se organizar, mais tempo você vai ter para erros e acertos, imprima quantas achar necessário até chegar aos itens certos, assim não há chances de arrependimentos e dinheiro gasto desnecessariamente.

IMG_3478

Eu espero de coração que tenha ajudado alguém. To tão feliz com esse post que vou ficar dias admirando ele #aquela. Tudo nele foi produzido com muito carinho especialmente para as gravidinhas de plantão não ficarem mais perdidinhas na hora de se organizar pra decorar o quarto do pimpolho. Não esqueçam de deixar seus comentários a respeito do que acharam, e se tiver alguma sugestão ou dica é tudo muito bem vindo por aqui.

Até o próximo post, beijos :**

Decorando o Quarto do Bebe: Por onde começar?

baby decor room

Qual mãe que não sonha com o quarto do bebe assim que recebe a grande noticia? E se ela for engajada com decoração então nem se fale, digo porque passo noites e noites pensando em como vai ser o quarto do meu pimpolho quando eu puder sair desse hospital e ir pra casa. Aqui vai uma dica pras gravidinhas que dispõe dessa sorte, não deixe pra ultima hora!

Essa dica é muito importante, principalmente se você tem dias cheios e decidiu não parar pela gravidez, a rotina de uma mulher que não está gravida já é agitada o suficiente e quando um bebe vem vindo por ai essa agitação triplica. Com tantas coisas a se fazer, a se pensar, fica difícil você conciliar as prioridades e por as idéias em prática. Por isso, se você tem vontade de dar ao seu bebe um quarto decorado não deixe pra ultima hora, ou pros últimos meses, porque provavelmente você vai ter mais coisas a resolver conforme o grande dia for se aproximando. Outra boa dica é pesquisar referências e fazer listas, no começo nada é muito assertivo você sabe mais ou menos o que quer mas não exatamente, e infelizmente o relógio não é seu amigo, portanto, tente catalogar ( num caderninho ou no bloco de notas do próprio celular ) as idéias que você for tendo, tenha uma pasta no seu computador ou celular com imagens de referencia de coisas que você gosta, seja uma cor, um móvel ou um objeto de decoração… Procure o máximo de coisas que lhe inspire.

Existem muitas revistas no mercado de decoração especializadas em baby decor e eu AMO! Confesso que um dos segmentos da arquitetura que eu penso em me especializar é a decoração infantil. Eu tenho muitas revistas de decoração e arquitetura as que eu mais gosto são a Decora Baby, Minha Casa e a Decorar Mais Por Menos. O legal dessas revistas é que os projetos dão sempre o ponto de vista de um profissional da área ( arquiteto ou designer de interiores ) com o toque pessoal do dono do projeto ( o cliente ), além disso, você consegue saber os preços dos objetos usados e as lojas onde pode encontrar.

Depois que você pesquisou e ja sabe o que você quer ta na hora de por as ideias em prática, você tem duas opções, 1. você contrata um profissional da área ou 2. você arregaça a manga e faz você mesma. Contratar um arquiteto ou um designer de interiores é uma ideia bastante interessante se você tiver $$ dilmas $$ disponíveis. Entenda que quando você vai decorar, qualquer lugar que seja, independente de ser com um profissional ou não você VAI gastar, isso é um fato.

A maioria das pessoas sonham em ter o quarto ou a sala dos sonhos mas não estão dispostas a pagar por isso, nós nem estamos falando de milhões mas qualquer que seja a reforma que você vai fazer algum dinheiro você vai ter que desembolsar. Consciente disso a ideia de chamar um profissional é bastante sábia, além de contar com a experiencia de alguém que trabalha na área, você não vai ter que se preocupar tanto com a ‘construção’ do ambiente, já que isso vai ficar a cargo do contratado. Estipule um orçamento limite, assim você não vai se assustar no fim da obra com o que você gastou e isso não vai se transformar em um problema, o que serve tanto pro caso de você contratar alguém quanto pro caso de fazer sozinha .

Da mesma forma como eu falei no post sobre fotografia, tenha bastante cuidado com quem você vai contratar, pesquise a respeito, procure da uma olhada em outros projetos que ele ( o profissional ) ja tenha feito, se informe sobre a credibilidade da empresa ou do artista. O legal da decoração é que ela seja um meio de se expressar e de se divertir, de forma alguma deve se transformar em uma dor de cabeça, então fique atenta a essas coisas.

Agora, caso você não queira ou não tenha condições de pagar por um projeto NÃO SE DESESPERE! Escolha um tema para o quarto, é legal que seja algo que passe um pouco de personalidade. Padronize a decoração, se você escolheu um ursinho, por exemplo, evite usar outros animais em destaque na composição. As cores também são importantes, procure escolher mais de uma cor na decoração, opte por uma mais branda e outra mais marcante, mas não exagere, lembre-se que o quarto vai ser de uma criança e as cores podem causar desconforto ou sensações não tão agradáveis aos pequenos.

Capriche nos detalhes e lembre-se que menos é mais, alguns dos erros comuns quando se decora sem um planejamento é o excesso de coisas inúteis que você pode acabar adquirindo e consequentemente extrapolando o orçamento. A beleza do ambiente, ao meu ver, vai estar nos detalhes. Não é bonito por exemplo transformar o quarto do bebe em um zoológico só porque você escolheu o tema safári. Tenha em mente que além de bonito o lugar precisa ser funcional, logo não é nada interessante um amontoeiro de coisas que no dia a dia só vão lhe atrapalhar.

diy decor

Não tenha medo de por a mão na massa, procure coisas que você mesma possa fazer, existem inúmeros vídeos e tutoriais de DIY na rede que você pode utilizar, sem contar na satisfação que é fazer você mesma algo que o seu filho vai usar, também é uma mão na roda pra quem ta procurando economizar o máximo de dinheiro. Chame as amigas, a vovó, o papai pra ajudar na hora de montar o quarto, tudo pode se transformar em uma reunião calorosa e divertida. Lembrando que a gravidinha precisa manter distancia de produtos tóxicos como tintas e solventes.

Essa é a parte 1 do post sobre decoração e ja ficou enoooooorme, mas acho que coloquei bons pontos pra quem vai começar a pensar na decoração, no próximo post darei dicas sobre composições, tendências, lojas e planejamento. Espero que sirva pra ajudar, e claro que quando for minha vez de decorar o quarto do meu pequenino ou pequenina contarei tudinho por aqui. Não esqueçam de deixar dicas e sugestões nos comentários. bjus :**