PASSEIO AMAZÔNICO COM BEBÊ

Manaus é uma cidade grande, com prédios altos e estradas extensas, mas o melhor da minha cidade ABSOLUTAMENTE é a floresta amazônica. Estamos bem no meio do maior patrimônio ecológico do mundo e acreditem se quiser, a maioria de nós não valorizamos, e com a correria que toda cidade grande tem acabamos não aproveitando o que a natureza nos deu de presente. Confesso que eu sou uma caboquinha da terra e sinto muito orgulho de tudo isso aqui, por mim comeria peixe todos os dias, nadaria com os botos, assistiria ao pôr do sol do deck de um flutuante e não me cansaria nunca!

IMG_7635_1.jpg

Aproveitamos o feriado prolongado do carnaval e fomos curtir toda essa maravilha, fiquei um pouco aflita, afinal era a primeira vez da Luna no rio e digamos que eu não sou uma boa nadadora! hahaha. Fomos de carro até a praia dourada e de lá pegamos um barquinho até o flutuante Abaré, um restaurante feito de madeira que flutua no meio do rio amazonas!

IMG_7501IMG_7504IMG_7509

Música agradável, ambiente familiar e preço justíssimo! Gastamos pouquíssimo com consumo e transporte e conseguimos aproveitar bastante. Sem contar no atendimento super atencioso, apesar do déficit em estrutura infantil, todos as pessoas que trabalham para o lugar funcionar são hiper atenciosas, fazendo com que o fato de estarmos com uma criança não gerasse nenhum desconforto. A minha peixinha chegou um tanto tímida e logo logo se soltou, simplesmente adorou a água fresquinha e adocicada do rio. Do momento em que chegamos ao momento em que saímos nenhum instante ela se mostrou incomodada com a umidade ou o ambiente.

IMG_7522IMG_7540IMG_7546IMG_7563IMG_7564IMG_7581

Lá eles também oferecem serviço de SUP, mas quando fui tentar já tinham encerrado, fica pra uma próxima. Se você é de fora do estado e está a passeio eu SUPER INDICO a experiência, agora se você é de Manaus e nunca foi, ta perdendo tempo! Não consigo descrever em palavras a emoção que é assistir o por do sol fitando a imensidão do rio e as árvores emoldurando um cenário que mais parece uma pintura. O dono do lugar tem a felicidade de ter uma casinha, também flutuante, bem ao lado do restaurante, e ainda por cima tem dois cachorros lindos que moram nesse paraíso.

IMG_7636IMG_7645IMG_7644IMG_7632

Quem vai com bebê aconselho levar roupas de banho especiais para praia, aquelas que não precisam de fraldas, mas se assim como eu você não tiver essas roupas em mão, não se preocupe, basta levar muitas fraldas reservas e ir trocando periodicamente. Diferente do mar a água do rio não tem sal, a pele do bebê não fica irritada com facilidade, basta ir trocando as fraldas encharcadas e voltar pro rio. Leva também um trocador portátil, infelizmente o estabelecimento não tem fraldário daí você precisa improvisar na mesa mesmo. E claro, muito protetor solar, muito água e sucos refrescantes, uma toalha sequinha e uma roupa quentinha para a volta.

IMG_7612

IMG_7627

Espero que vocês tenham gostado, e que se permitam tais experiências, eu gostaria de curtir mais passeios como esse e claro ir indicando os melhores pra vocês, dá uma olhada como foi a primeira vez da Luna no mar! Se gostaram desse post comentem aqui em baixo e compartilhem! Beijos e atá a próxima :*

CACHOEIRA DA PORTEIRA – AMAZONAS

Cachoeira da Porteira

Sábado passado (17.10) fizemos uma pequena viagem, fomos acampar em uma cachoeira nas proximidades de Manaus, o lugar é particular para acampar paga-se 20 reais ao proprietário para ajudar a preservar o lugar, um preço justo. Deixamos nossa perereca na casa dos avós ( aquele aperto no coração que sempre dá ) e botamos o pé na estrada. Junto com a gente levamos mais dois amigos, e outros dois já estavam à nossa espera. A expectativa para esse acampamento era muito grande, afinal era a 1a vez do Bruno e de muita gente que estava indo, só pra ilustrar melhor o meu amor fez um check list de 68 itens que incluíam 2 toalhas de rosto, guardanapo de papel, pano de prato e por ai foi.

Tivemos um pequeno contratempo com o horário e outro na estrada, eu estava ao volante e distraída acabei pegando a pista errada e indo em outra direção o que nos atrasou bastante, mas não muito. Preciso confessar que cheguei a pensar em uma viagem estressante devido as estradas estarem sempre com problemas, mas me surpreendi com a qualidade das rodovias. Bem sinalizada, sem nenhuma fenda e com redutores de velocidade em locais estratégicos.

IMG_6845 IMG_6851

IMG_6909

Chegamos por volta das 3hrs da tarde, um casal de amigos já estavam por lá querendo nos matar pelo atraso e já tinham providenciado boa parte do que iriamos precisar, inclusive o local que eles escolheram foi o mais privilegiado. Levantamos nossas barracas, fizemos amizade com os vizinhos, assamos umas carnes e partimos rumo à cachoeira pra aproveitar o finalzinho de dia que nós tínhamos.

Mal consigo descrever o local, pedras grandes cercavam o riacho transformando-o em um corredor que nos levava direto para a cachoeira, a cachoeira em si não é tão grande, estamos num momento de seca e o rio estava bem baixo, o que pra mim que não sei nadar estava perfeito. Já estava anoitecendo quando achávamos que só seriamos nós seis, e como estávamos completamente off de tecnologias não tinha como contactar alguém pra saber se estavam a caminho. Inventamos de dar um mergulho na cachoeira a noite, essa foi nitidamente uma daquelas cenas de filme de terror que você olha e diz “hum, vai dar errado”. hahahahha

IMG_6904

IMG_6873 IMG_6892

Mas como verdadeiros desbravadores encontramos o caminho certo e pudemos curtir a noite estrelada deitados em uma pedra imersos na água gelada ouvindo o doce som da cachoeira. Tá, devia ser umas 7hrs da noite no máximo e fomos surpreendidos pelo som amigável da nossa outra turma de amigos que tinham chegado ao acampamento. A equipe estava formada, todos se uniram e curtimos o resto da noite.

Nosso acampamento estava bem engraçado, curioso como algumas coisas simples refletem a relação das pessoas, nos outros acampamentos vimos que as barracas eram montadas umas muito longe das outras, quanto no nosso mais parecia uma vila, faltava ser a mesma parede. No fim da noite, que na verdade não passava das 23 hrs eu já estava exausta e fui descansar, já o Bruno e os outros ficaram cantando, pulando, brincando até tarde da noite.

IMG_6901 IMG_6864

Pela manhã acordei por volta das 5 hrs, relaxadíssima. Esperamos todo mundo acordar, tomar um café, se “arrumar” e partimos para a cachoeira. Hahahah, acho que da pra ver a empolgação de todo mundo.

IMG_6878 IMG_6879 IMG_6880 IMG_6881 IMG_6882 IMG_6885 IMG_6886 IMG_6889

Almoçamos e pegamos a estrada de volta, com várias histórias legais e uma sensação ótima de renovação, queria agradecer todo mundo que comprou a ideia e partiu nessa ‘aventura’ com a gente, porque olha não é nada perto da cidade esse lugar, mas que mesmo assim pegaram a estrada e puderam curtir com a gente esse momento que foi muito especial, obrigada Natalia e Paulinho que são amigos pra toda hora, obrigada Amandinha e Leandro que chegaram primeiro e pegaram o melhor lugar de todos pra gente, chegaram fazendo fogo, catando graveto, guiando a gente. Obrigada Rafa, Kirma, Max, Renatinha e Lelê que mesmo com eventos e compromissos no sábado encararam a estrada e por fim Luiz e Elaine que nunca nos deixam na mão e estão sempre ao nosso lado independente da loucura da vez.

IMG_6887 IMG_6933

IMG_6939 IMG_6941

Chegamos em casa mortos e tiramos um cochilo antes de ir pegar a Luninha. Com certeza não podíamos ter feito escolha melhor de lugar para comemorar. Já estamos planejando o próximo e super recomendo que todos tenham essa experiência.

VIAGEM COM BEBÊ, O QUE DEU CERTO E O QUE NÃO DEU

família avião

Olá galera, esse vai ser o ultimo post relacionado a nossa viagem à Fortaleza porque eu achei que seria ótimo fechar com chave de ouro contando como foi nossa experiência de pais de primeira viagem literalmente. Lembrando que o que eu vou falar aqui é sobre o que aconteceu comigo, com Luninha e Bruno, cada bebê é um bebê e cada um se adapta às condições que vive. Mas vamos lá, deixa eu te contar toda a nossa trajetória;

A principio tínhamos comprado passagens para um voo direto Manaus – Fortaleza, mas a GOL resolveu cancelar os voos diretos e acabou nos jogando em um voo super cansativo. Saímos de Manaus na madrugada do dia 2 e chegaríamos em Fortaleza às 10 horas do mesmo dia, porém tivemos que mudar de avião em Belém e fazer escala em São Luís. Ou seja, já deu pra ver que seria uma viagem longa e cansativa, tanto para nós dois que já somos adultos quanto para Luninha. Antecedendo a viagem procurei saber tudo sobre viajar com bebês, até compartilhei por aqui um post com dicas de preparação para viagem com bebês, tudo na teoria claro, a prova dos noves só veio depois. Fiquei bem preocupada com os ouvidos dela e com a possível cena que ela iria fazer dentro do avião ( a bichinha não é muito de chorar, mas quando chora é melhor sair de perto ). Então levei todo um arsenal de remédios, brinquedos, aplicativos para crianças, mamadeira com leite, mamadeira com água, mamadeira com suco, uma bolsa só com fralda de pano e descartáveis, acabei levando mais coisas do que realmente ia precisar e esse foi meu primeiro erro.

photo_2015-09-17_14-01-49

A viagem já seria cansativa por si só, acabamos intensificando o desconforto levando 6 bagagens de mão. A principio eu quis despachar a malinha da Luna, mas todo mundo ficou com muita pena, inclusive o funcionário da GOL, acabamos despachando apenas a minha e a do Bruno e levando a mala dela como bagagem de mão. Levamos duas bolsas a tira colo destinadas apenas às coisas da Luna, mais a minha própria e a bolsa da minha câmera ( que eu não tenho coragem de despachar ). Ou seja, era bagulho para caramba. Nos arrependemos muito no momento em que tivemos que descer da aeronave, porque além dessa tralha toda tinha a Luninha dormindo no meu colo. Por isso, não cometa esse mesmo erro, tenha conciencia de quanto tempo você irá passar viajando e leve apenas o necessário e um extra para emergências, nada de sair colocando 10x mais do que o essencial.

Como nosso voo de ida foi bem de madrugada a Luninha já entrou no avião dormindo, e só acordou em Belém pra comer, depois disso foi dormindo até chegar próximo de aterrizar em Fortaleza. Graças ao pai ela não sentiu nadica de nada, nem dor, nem enjoo, nenhum incômodo, talvez por estar dormindo o percurso inteiro.

photo_2015-09-17_13-55-36 photo_2015-09-17_13-55-55 photo_2015-09-17_13-57-02

Já na volta saímos de Fortaleza às 20 hrs e chegaríamos em Manaus por volta de meia noite e faríamos uma pausa em Belém de 2 horas. A volta sempre é mais cansativa do que a ida, e dessa vez não foi diferente. Luna não entrou no avião dormindo, mas também não reclamou de dor, ficou bem animada com tantas pessoas e brincava com todo mundo que dava o mínimo de confiança pra ela, teve um pouco de dificuldade pra dormir mas o app da PlayKids me salvou nessa hora. Apesar de ser um voo mais curto que o da ida, o tempo de espera em Belém fez com que tudo ficasse mais cansativo. Todas aquelas “facilidades” que eu tinha dito que as empresas dão aos bebêzinhos também é pura utopia, não tem berço, não tem avião com trocador, a mala é etiquetada como prioridade mas na prática não desce pra esteira como prioridade, e as filas sempre são um problema.

photo_2015-09-17_13-52-19

Aprendemos bastante com essa experiência, levar em consideração o conforto da bebê é mais importante que a quantidade de malas de mão, dessa forma se ambos estiverem de mãos livres tem como dividir o colo. Não exagerar na bagagem, mas ter o essencial para situações adversas é MUITO importante e estar disposto a enfrentar essas situações é ainda mais.

CASAMENTO DOS BIDAS EM FORTALEZA – CE

CASAMENTO A BEIRA MAR

Estávamos todos a beira de um colapso nervoso, faltavam poucos dias para o grande dia, mais precisamente três. A sensação era que nada estava muito bem decidido e várias coisas ainda  estavam por fazer. Minha mãe como sempre toma as coisas pra si e tenta fazer 1000 coisas ao mesmo tempo, é difícil segura-la, ainda mais por ser na melhor das intenções, o jeito era arregaçar as mangas e por a mão na massa para que tudo saisse na hora certa.

Praia do futuro, Fortaleza – CE. Em um dos prédios próximos ao mar uma oficina improvisada de costura e artesanato zumbia a todo vapor, no maior clima de linha de produção cooperativa todos os últimos detalhes iam sendo finalizados, com a ajuda é claro das minhas primas, expert em agilizar os processos. Sexta feira a noite, véspera do casamento, tudo já tinha sido finalizado e estávamos apenas aguardando a chegada do sábado. Apesar de todos os retoques terem sido dados, a ansiedade e nervosismo ainda habitava os corpos dos presentes, cada um parecia ser portador de uma bomba relógio prestes a explodir a qualquer momento.

MADRINHA - SALÃO MULHER CHEIROSA MADRINHAS ALMOÇANDO SALAO MULHER CHEIROSA

Na manhã do grande dia eu e Bruno estávamos exaustos, devido a mudança de clima entre Manaus e Fortaleza uma espécie de resfriado atacou a Luninha, nos fazendo ficar acordados a noite inteira. Como padrinhos dos noivos ambos tínhamos um dia cheio entre salão de beleza, making off e casamento. Porém com a saúde da Luna abalada Bruno teve que abrir mão do salão e do making off pra ficar com a perereca longe das quimicas e furdunço do Naugusto Sávia.

Já eu as outras madrinhas, a mãe da noiva e noiva fomos nos arrumar no salão de beleza Mulher Cheirosa, um lugar imenso e com tantas pessoas trabalhando ao mesmo tempo que eu fiquei pronta em pouquíssimo tempo. Acontece que essa tranquilidade toda se esvaiu quando percebemos que faltava menos de duas horas para o início do casamento e as damas de honra tinham acabado de chegar para se arrumar, teria sido bem cômico as damas de honra se atrasarem ao invés das noivas se não fosse trágico. Fizemos o Making Off apenas com quem já estava pronta e partimos assim mesmo.

BOLO DE CASAMENTO TEMA MAR

Ao chegar na barraca Grand Royal onde seria realizado o casamento, não pude conter a beleza que invadia meus olhos, estava muito diferente do dia anterior, preservou a rusticidade deixando o teto de palha e as colunas de madeira aparente e ao mesmo tempo as luminárias pendentes, e a decoração deram o romantismo que ele merecia. Os convidados estavam todos muito bonitos, mas ninguém se comparava à daminha e ao padrinho mais lindos do mundo. Não demorou muito para a cerimonialista nos colocar em uma fila de pares, cada um de braços dados com seu par e anunciar o início do casamento. Essa parte é sempre muito engraçada, robótica a gente não sabia se ria ou se ficava com cara séria, fizemos a linha sérios, nos acomodamos e assistimos a entrada dos outros. Foi na entrada do mano que eu me desfiz em lágrimas, aquele momento me remeteu a vários episódios das nossas vidas, é claro que ele já estava casado, tinha feito isso na semana anterior, mas aquela entrada, com aquela música, de braços dados com a mamãe fez com que meu coração palpitasse e parasse algumas vezes, fez com que todos os meus sentido se aguçassem. A cerimônia do casamento inteira parecia ser emocionalmente planejada, você vai recebendo as emoções aos poucos até a grande entrada, meio que para você calejar seu coração, fazer com que seu cérebro entenda que aquele dia é um dia de fortes emoções.

CASAMENTO DOS BIDAS CASAMENTO DOS BIDAS2 ENTRADA NOIVA E PAI

Quando a noiva entrou houve toda a comoção que ela merecia, muitas fotos, o vento estava na direção certa, o barulho das ondas estavam no mesmo tom que seus passos, a música escolhida nada convencional, mas parecia que tinha sido feita sob encomenda. Seu vestido voava conforme o vento tocava nele e ela flutuou graciosamente por todos nós como um anjo. Por ter sido apenas uma benção a cerimônia foi curta, não sabíamos ao certo se a Luna ainda ia entrar com as alianças, devido o resfriado ela estava bastante sonolenta, e as coisas nesse sentido estavam mudando instantaneamente. Foi na hora de anunciar a entrada das alianças que tudo voltou a tona. Estavam todos com medo de Luninha chorar, ou de não dar certo, mesmo assim ela como sempre nos surpreendeu. Entrou no colo do irmão da noiva, graciosa, e comportadíssima. Vejam bem a situação, com uma mão ele segurava a almofada com as alianças, com a outra a Luninha. Senti muito medo disso dar errado, mas nada daria errado naquele dia, nada seria capaz de acabar com a magia que tinha sido lançada sobre aquele fim de tarde. Tudo ocorreu na mais perfeita sintonia, enquanto isso o pai da pequena mais conhecido como Bruno pranteava de emoção.

DENISE E BRUNO CASAMENTO DOS BIDAS FAMILIA CARDOSO UCHOA CASAMENTO DOS BIDAS LUNA E JOAO MADRINHAS E NOIVOS MADRINHAS NOIVOS DANÇANDO PADRINHOS

Viva aos noivos, a cerimônia foi perfeita e cada vez mais mudo de ideia sobre casamento convencionais, tiramos fotos com os noivos, fotos na praia, já estávamos em clima de festa. O dj levou quase todos a pista de dança e eu não vi um minuto sequer ela vazia. Luna dormia e acordava, se divertiu como todo mundo, dançou, comeu, brincou… A festa terminou por volta das 11 horas da noite, estavam todos ainda muito exaltados, eufóricos, somos acostumados a terminar festas as 4 da manhã. Alguns foram pra outro lugar, houve um pós festa na casa da mãe da noiva, nós como temos um bebezinho lindo fomos pra casa descansar.

No outro dia não se falava em outra coisa, o casamento do ano. Uma festa linda, completa e com muitas emoções. Não sei dizer se toda essa comoção partiu do fato de eu ser irmã do noivo, mas que houve uma feitiçaria boa rolando naquele dia teve. Só consigo me lembrar de que eu me sentia muito bem, me sentia nas nuvens.

5 DICAS PARA VIAJAR COM O BEBÊ

98ed680c2811773a30d902e35227ef5e

Olá galera, essa semana foi bem corrido, por isso embananou tudo por aqui, motivos de VAMOS VIAJAAAAR!!! Viagem é sempre uma boa notícia, ainda mais pra mim que tenho sangue de cigana e sempre estou disposta a uma boa viagem. Dessa vez vaI a família toda, TODA MESMO, o meu irmão se casará em fortaleza no dia 05/09 e eu e Bruno seremos padrinhos e a Luninha entrará com a aliança, oooown.

Nossa viagem está marcada para o dia 02/09 e estamos correndo pra que tudo fique certo até lá, até porque é a primeira viagem da Luna e a nossa como papais também, sei que existem vários cuidados que precisam ser tomados quando se viaja com bebês, eles são mais sensíveis a pressão do que a gente e isso irrita bastante e é muito incômodo. Quem nunca pegou aquele avião na madrugada achando que ia dormir a noite inteira e se deparou com um bebê chorando ao longo do trecho? Não é fácil, nem pra mamãe, nem pras pessoas que estão sendo incomodadas e muito muito menos para o bebê.  Por isso vou dar algumas dicas de como se preparar pra viajar com o um bebê de 8 meses.

1. Na compra das passagens lembre-se de marcar a opção viagem com bebê de 0 a 23 meses, você inevitavelmente terá que pagar uma taxa, caso você não marque terá que chegar super cedo no aeroporto pra resolver isso. Separe os documentos do bebê e deixe em um lugar que será fácil de pegar. Para viagens acompanhadas dos pais só precisa da certidão de nascimento ou o rg, mas se você irá viajar só com o bebê precisará de uma autorização do papai ou mamãe que irá ficar. Copias só servirão se forem autenticadas.

que-levar-para-a-maternidade1

2. Exagere na hora de fazer a bagagem de mão do bebê, lá em cima não vai ter como improvisar, por isso coloque bastante fraldas descartáveis, sacos plásticos para as fraldas sujas, mamadeiras com leites prontos ou sucos, chupeta, fralda de pano, fralda de boca, brinquedos que não façam tanto barulho, almofada de amamentação para o bebê dormir no seu colo, remedinho para cólica, analgésico, remedinho para uma possível dor de ouvido ( todos com recomendações de seu médico ), pomada para assadura, mordedor, cobertor para mante-lo aquecido, trocador portátil…. Esqueci alguma coisa?

3. Como eu disse, os bebês sentem o desconforto da pressão mais do que nós adultos uma boa dica é na hora da decolagem e na hora do pouso por o bebê pra sugar alguma coisa. O movimento de sucção alivia o desconforto, pode ser peito, mamadeira ou chupeta.

4. Saiba como será sua aeronave antes de embarcar, pode ser que ela não tenha fraldário, caso a sua não tenha troque seu bebê na poltrona mesmo, é bem mais confortável do que tentar pô-lo no assento do vaso ou no minusculo espaço ao lado da pia. Não tenha vergonha de fazer isso ou deixe que as pessoas lhe julguem. É um ato de amor cuidar do bem estar do seu filho.

5. E o principal é, mantenha a calma! Caso seu bebê comece a chorar no avião e as pessoas ao seu redor comecem a reclamar e a olhar de cara feia pra você, não pegue pilha. Faz parte da vida, seu bebê não é obrigado a sentir dor ou desconforto e ficar caladinho. Coloque seu bebê no colo e faça bastante carinho nele pra que ele se acalme, se mamar no peito melhor ainda, cante pra ele, faça caretas e divirta-o da melhor maneira possível. Se você se desesperar ele irá sentir e ficará ainda mais inseguro.

2ab6c059594004857b5befe0ab281cdf

Dicas Bônus: Se você for levar carrinho, você pode ficar com o carrinho até a hora de entrar no avião, daí uma funcionaria irá lhe ajudar a colocar o carrinho no compartimento de bagem e na hora do pouso irá lhe devolver. Para bebês menores de 4 meses as companhias aéreas disponibilizam bercinhos, você precisa agendar com antecedência.

Estou muito ansiosa com essa viagem por diversos motivos, será nossa primeira viagem em família e eu pretendo contar tudo pra vocês. Não tenho certeza se iremos ter internet no apartamento que alugamos, por isso não tenho como assegurar tempo real nas postagens. O blog não irá parar, caso não tenha internet disponível irá ter posts agendados e da viagem vocês podem me acompanhar no snapchat: D.nise e no Instagram @adenisecardoso ou/e @curtindoavidaatres oooou na hashtag #curtindoavidaatrestrip . Ahhhhh! Caso tenham alguma sugestão pra me dar, lugares pra irmos em fortaleza, eventos ou convites podem deixar aqui nos comentários. Estaremos viajando do dia 02/09 ao dia 10/09 . Beeeijos e até a próxima :*